top of page

Tom Whitlock, compositor dos hits de "Top Gun", morre aos 68 anos

O compositor Tom Whitlock, vencedor do Oscar de Melhor Canção Original por Take My Breath Away, enorme sucesso da trilha de Top Gun: Ases Indomáveis (1986, morreu em 18 de fevereiro, aos 68 anos. A morte foi confirmada pela funerária Gorman-Scharpf Funeral Home nesta sexta-feira (24/2), sem revelar a causa da morte.


Whitlock criou a letra de Take My Breath Away que teve suas melodias compostas por Giorgio Moroder, pioneiro da música eletrônica e da disco music. Os dois dividiram a honraria do Oscar em 1987.


Além de conquistar o troféu da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA, a gravação da faixa, gravada pela banda Berlin, ficou por semanas no topo das paradas de diversos países, incluindo os Estados Unidos e o Reino Unido.


A dupla também compôs Lead Me On, Through the Fire, Radar Radio e Danger Zone para a trilha de Top Gun, e a última chegou a ser reprisada no recente lançamento de Top Gun: Maverick.


A parceria se estendeu ainda para as trilhas de Um Tira da Pesada II (1987) e Rambo III (1988) e os temas oficiais dos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988, e da Copa do Mundo de 1990, jogada na Itália. Além disso, Whitlock também trabalhou com diferentes parceiros, como Sammy Hagar em Falcão - O Campeão dos Campeões (1987), Shannon em Beleza Roubada (1987) e Jessica Riddle em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999), além de ter composto sozinho músicas para a comédia A Grande Barbada (1988) e o filme de ação Comando Imbatível (1990).


Em seu perfil oficial, a cantora Teri Nunn, da banda Berlin, que gravou Take My Breath Away, escreveu uma homenagem ao compositor:


"Tom Whitlock, você mudou minha vida e tocou milhões de outras pessoas com suas belas palavras em 'Take My Breath Away'. Obrigado pela oportunidade de cantá-las. Desejo a você paz e alegria ilimitadas até nos vermos em sua próxima grande aventura. Eu te amo"

コメント


bottom of page