top of page

Ministros elegem Barroso como presidente do STF a menos de dois meses da aposentadoria de Rosa Weber


Durante a sessão plenária desta quarta-feira, 9, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) elegeram Luís Roberto Barroso como o próximo presidente da Corte e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no próximo biênio. Ele será o sucessor da ministra Rosa Weber, atual presidente da Casa, que chegará à idade limite de 75 anos para ocupar o cargo em 2 de outubro. Contudo, ela deve se aposentar antes, uma vez que a posse de Barroso foi marcada para 28 de setembro. O ministro Edson Fachin foi escolhido para a vice-presidência dos próximos dois anos. A eleição do presidente do STF segue uma tradição de escolher o ministro mais antigo que ainda não tenha ocupado a Presidência e a Vice-Presidência, modelo continuado com a escolha de Barroso e Fachin. A ministra Rosa Weber desejou aos dois uma gestão profícua e com todo êxito. Agradecendo aos colegas, Barroso afirmou que aceitaria a tarefa com imensa humildade e consciente do peso dessa responsabilidade. “Prometo dignificar essa cadeira. A vida me deu a benção de servir ao Brasil sem ter nenhum outro interesse ou propósito que não o de fazer um país melhor e maior, e, na medida do possível, disseminar o bem e a justiça”, declarou.

Comentarios


bottom of page