top of page

Temporais no Rio Grande do Sul deixam pelo menos 4 mortos


A chegada de fortes chuvas no Rio Grande do Sul já causou estragos e deixou ao menos quatro mortos. A informação foi confirmada pela Defesa Civil do Estado nesta segunda-feira, 4. Todas as mortes aconteceram em cidades da região Norte do Estado, região duramente afetada pelas chuvas. Uma morte foi registrada em Mato Castelhano, após ter sua caminhonete levada pela correnteza. Na cidade de Passo Fundo, a vítima morreu após receber uma descarga elétrica. As outras mortes aconteceram em Ibiraiaras, onde duas pessoas ficaram presas em um carro enquanto tentavam atravessar um rio e foram levadas pela correnteza. No começo da tarde, a Defesa Civil emitiu alertas para inundações dos rios Taquari e Caí, válidos até as 13h de terça-feira, 5. O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), confirmou que algumas rodovias sofreram interdições totais ou parciais por causa de alagamentos e inundações. A previsão é de que as tempestades se transformem em um ciclone extratropical, que deve derrubar as temperaturas e causar temporais e vendavais no Sul do país.


A Defesa Civil também confirmou uma série de estragos causados na região norte. Mais de 30 residências foram danificadas em Ibiraiaras. Lajeado do Bugre, Sarandi, Boa Vista das Missões e Parobé registraram chuva com granizo, sendo que a última também teve pontos de alagamentos. Outras cidades afetadas são Santo Expedito do Sul, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Marau, Casca, entre outras da região Norte. A Defesa Civil também informou que outros municípios ainda estão avaliando os danos causados pelas chuvas. Além disso, cidades da serra gaúcha também relataram problemas com chuvas intensas. Na cidade de Nova Bassano, foram confirmados 90 desalojados até o momento.

bottom of page