top of page

Taxa de desemprego recua para 8,7% no tri encerrado em setembro, dentro do esperado, mostra IBGE

A taxa de desemprego do trimestre móvel de julho a setembro deste ano ficou em 8,7%, queda 0,6 ponto percentual ante o trimestre de abril a junho de 2022 (9,3%) e 3,9 p.p. frente ao mesmo período de 2021 (12,6%), de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (27). O valor ficou exatamente dentro do esperado pelos investidores.


A população desocupada (9,5 milhões de pessoas) caiu ao menor nível desde o trimestre terminado em dezembro de 2015, recuando 6,2% (menos 621 mil pessoas) no trimestre e 29,7% (menos 4,0 milhões) no ano.


A população ocupada (99,3 milhões) foi recorde da série iniciada em 2012, com alta de 1,0% (mais 1,0 milhão) ante o trimestre anterior e de 6,8% (mais 6,3 milhões) no ano.


O nível da ocupação (percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar) foi de 57,2%, subindo 0,4 p.p. no trimestre e 3,1 p.p. no ano. Foi o nível mais alto desde o trimestre terminado em outubro de 2015.


A taxa composta de subutilização (20,1%) foi a menor desde o trimestre terminado em março de 2016, caindo 1,1 p.p. no trimestre e 6,4 p.p. no ano. A população subutilizada (23,4 milhões de pessoas) caiu 5,3% (menos 1,3 milhão) no trimestre e 23,8% (menos 7,3 milhões) no ano.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page