top of page

STJD investiga manipulação de resultados em mais jogos das Séries B, C e D de 2022

Mais duas partidas da Série B, uma da Série C e uma da Série D do Campeonato Brasileiro de 2022 são investigadas por suspeitas de manipulação de resultados.


A assessoria da procuradoria geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) confirmou ao ge nesta sexta-feira que estão sendo apuradas possíveis irregularidades envolvendo jogadores e apostadores na edição do ano passado dos torneios.


Dois dos três jogos da Série B são diferentes dos três citados nesta semana pelo Ministério Público de Goiás na operação Penalidade Máxima, deflagrada para investigar a fabricação de resultados por parte de apostadores.


O órgão informou que os inquéritos foram abertos a partir de informações recebidas da CBF, que por sua vez é abastecida desse tipo de conteúdo pela Sportradar, empresa responsável por detectar quando volumes incomuns de apostas são feitas em jogos específicos. O tribunal informou ainda que os inquéritos correm em sigilo e, por isso, não pode detalhar quais são os jogos investigados.


No esquema descoberto pelo Ministério Público de Goiás, jogadores eram cooptados para cometer pênaltis nos primeiros tempos das partidas Vila Nova x Sport, Criciúma x Tombense e Sampaio Corrêa x Londrina, todas pela rodada final da Série B do ano passado.


Quatro jogadores estão sendo investigados: Romário, ex-Vila Nova, Gabriel Domingos, do Vila Nova, Joseph, do Tombense, e Mateusinho, ex-Sampaio Corrêa e hoje no Cuiabá.


A denúncia ao MP de Goiás partiu do próprio Vila depois que o clube tomou conhecimento de que Romário tentava aliciar outro jogador do elenco para participar do esquema por não ter sido relacionado para a partida contra o Sport.


Com ele fora do jogo, o pênalti não foi cometido, e os apostadores passaram a cobrar o jogador, que recebeu um adiantamento de R$ 10 mil - ele levaria outros R$ 140 mil caso a manipulação desse certo. Nos jogos Criciúma x Tombense e Sampaio Corrêa x Londrina, as penalidades aconteceram.


Romário, que está sem clube após deixar o Goiânia em 2023, confirmou ao ge que foi procurado por apostadores oferecendo dinheiro - ele prestou depoimento nesta sexta-feira. Mateusinho, via empresário, negou envolvimento e continua treinando no Cuiabá.


Gabriel Domingos, investigado por ter emprestado a conta bancária para Romário receber o dinheiro, segue em atividade pelo Vila Nova. Joseph foi afastado pelo Tombense até o fim das investigações.


Segundo o Ministério Público, os apostadores calculavam ganhar R$ 2 milhões com a aposta.


Veja a nota do STJD enviada ao ge:


A Procuradoria do STJD do Futebol informa que recebe ofícios da CBF com alertas da Sport Radar de movimentações suspeitas nas casas de apostas relacionadas a jogos de competições nacionais. Atualmente há no STJD do Futebol 3 inquéritos em andamento da Série B 2022. Nesta quinta, 16 de fevereiro, a Procuradoria determinou a abertura de dois novos inquéritos: 1 jogo da Série C 2022 e 1 jogo da Série D 2022. Cumpre ressaltar que os casos que estão sendo investigados pelo MP/GO serão analisados após a conclusão das investigações do órgão.

bottom of page