top of page

STF rejeita denúncia contra Ciro Nogueira em caso da Odebrecht




O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria para rejeitar a denúncia contra o senador Ciro Nogueira (PP). O ex-chefe da Casa Civil estava sendo acusado de receber R$ 7,3 milhões em propina no caso da Odebrecht. O relator do caso, o ministro Edson Fachin, votou pela rejição e foi acompanhados por Alexandre de Moraes, Nunes Marques e Luís Roberto Barroso. Já o ministro Cristiano Zanin se declarou impedido de julgar a ação. Ele é marido de Valeska Zanin Martins, que representa o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na ação em que o ministro Dias Toffoli anulou as provas da Odebrecht obtidas pela Operação Lava Jato. Quatro magistrados ainda não se posicionaram. Segundo a denúncia, Ciro teria recebido propina para atuar em medidas legislativas para favorecer a Braskem, que percente a Odebrecht. A defesa do senador nega as acusações.

bottom of page