top of page

Sábado equilibrado põe Verstappen favorito, e só chuva pode mudar história no Japão

Sem a pista molhada que marcou a sexta-feira, a hierarquia de forças da F1 retomou sua ordem natural. Desta vez, porém, a disputa foi mais equilibrada entre Red Bull e Ferrari. Pole, Max Verstappen foi apenas 0s010 mais veloz que Charles Leclerc. Portanto, a corrida tende a seguir esse roteiro neste domingo, a menos que a chuva dê as caras


Em um cenário muito diferente do aguaceiro da sexta-feira, a Fórmula 1 encontrou uma Suzuka mais amena e um pouco mais previsível neste sábado (8). No asfalto seco, a ordem de forças do grid voltou ao normal, com Red Bull e Ferrari comandando as ações. A notícia aqui é o equilíbrio apresentado por ambas. Apenas 0s057 separaram o pole Max Verstappen de Carlos Sainz, o terceiro colocado. Charles Leclerc, que vai dividir a primeira fila com o #1 pela oitava vez em 2022, ficou a somente 0s010. Quer dizer, ao contrário do que costuma acontecer em classificação, desta vez, os taurinos levaram a melhor. E têm grandes chances de encerrar o campeonato neste domingo, a menos que as intempéries se façam presentes novamente.


Antes de consultar a meteorologia, é importante destacar aqui a performance da Red Bull em volta única. A equipe austríaca trabalhou forte ao longo do fim de semana para firmar um acerto eficiente para a classificação, no claro objetivo de garantir logo o segundo título de Verstappen, uma vez que o ritmo de corrida do time austríaco não preocupa. Portanto, se o holandês saltar bem da posição de honra e assumir a ponta de cara, dificilmente alguém será capaz de enfrentá-lo. Os energéticos também pensaram na questão da chuva, mas optaram mesmo por uma configuração que priorizou a velocidade de reta, sem comprometer o downforce, um dos muitos pontos fortes do carro de Adrian Newey.



Comments


bottom of page