top of page

PIB brasileiro cresce 0,4% no 3º trimestre e atinge maior nível desde 1996, aponta IBGE

Nesta quinta-feira, 1, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 0,4% no 3º trimestre de 2022, em comparação com o trimestre anterior. Principal indicador usado para medir a evolução da economia, o PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Este é o quinto trimestre de alta consecutiva do índice, que em valores correntes totalizou R$ 2,544 trilhões no terceiro trimestre. Esse é o maior patamar da série histórica, iniciada em 1996. Em comparação com o mesmo período de 2021, o aumento foi de 3,6% e o acumulado do ano foi de 3,2%. Entre os setores econômicos, o de Serviços, que responde por cerca de 70% da economia, foi o que mais avançou, com um crescimento de 1,1%, à frente da Indústria, que cresceu 0,8%. Já a Agropecuária amargou um resultado negativo e recuou 0,9%. Com bons números em sequência, a expectativa do Governo Federal é de fechar o ano com uma alta de 2,7% no PIB de 2022. As instituições financeiras também se mostram mais otimistas, com uma expectativa de 2,67% de alta neste ano, de acordo com o Boletim Focus, do Banco Central. Em 2021, o PIB do Brasil cresceu 4,6%, após o tombo de 3,9% em 2020.

bottom of page