top of page

PF realiza operação contra garimpo ilegal em Terra Indígena Yanomami


A Polícia Federal (PF) realizou uma ação com objetivo de desarticular a logística de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami, em Roraima. A operação foi batizada de Buruburu e aconteceu na manhã desta quinta-feira, 17. Ao todo, mais de 50 policiais cumpriram 11 mandados de prisão preventiva, 18 de busca e apreensão e 19 de medidas cautelares diversas de prisão, todos expedidos pela 4ª Vara Criminal da Justiça Federal de Roraima. Os mandados foram cumpridos em Goiás, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro e Roraima. A Justiça também ordenou o bloqueio de quase R$ 308 milhões dos alvos das investigações. O inquérito também apura o envolvimento de outros 36 suspeitos, totalizando 69 investigados entre pilotos, mecânicos e empresários que financiavam os crimes.


As investigações começaram após a PF identificar quase uma dezena de aeronaves recorrentes em ações contra o tráfico e o garimpo ilegal pertencerem ao mesmo empresário, que seria responsável por 10 processos minerários na Agência Nacional de Mineração. Dividida em quatro núcleos, a organização financiava o garimpo, “esquentava” o minério e cuidava da logística de distribuição. A PF acredita que a estrutura e as aeronaves eram compartilhadas para a prática de outros crimes, como o tráfico de drogas.

bottom of page