top of page

PF intima Wajngarten em inquérito que apura se Bolsonaro importunou baleia




O assessor e advogado Fabio Wajngarten deve depor na Polícia Federal (PF) em inquérito que apura se o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) importunou uma baleia jubarte durante passeio de jet-ski em São Sebastião, no litoral de São Paulo. A informação foi confirmada por Wajngarten ao site da Jovem Pan nesta terça-feira, 30. A previsão é que o depoimento aconteça em 7 de fevereiro, e o ex-secretário das Comunicações preste informações sobre o episódio, ocorrido no fim de semana de 16 e 17 de junho do ano passado.

A intimação de Wajngarten ocorre em meio ao inquérito aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) sobre o episódio. Baseado em vídeo postado nas redes sociais, que mostra uma moto aquática com motor ligado se aproximando de uma baleia jubarte. Pela legislação brasileira, é proibido o “molestamento intencional” desses animais nas áreas litorâneas.

Em novembro do ano passado, Bolsonaro chegou a se manifestar sobre a apuração durante evento do PL Mulher em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Na ocasião, ele falou que todos os dias têm “maldades em cima de mim”: “A de ontem foi que estou perseguindo baleias. A única baleia que não gosta de mim na Esplanada é aquela que está no ministério”, disse o ex-presidente, em referência ao então ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB-MA).

bottom of page