top of page

Paris aumenta perímetro de proteção na abertura das Olimpíadas por preocupação ao risco terrorista




Conforme anuncio desta quinta-feira (25), o chefe da polícia de Paris, Laurent Nuñez, anunciou nesta quinta-feira que o perímetro de proteção antiterrorista será aumentado para todos os edifícios voltados para o rio Sena durante a abertura dos Jogos Olímpicos, marcado para começar em 26 de julho.“Existe um perímetro antiterrorista que tem uma série de controles e agora queríamos estendê-lo a todos os edifícios que tenham vista para o rio Sena, além do que foi estabelecido pelos organizadores”, disse Nuñez, durante coletiva, em Paris, falando sobre o dispositivo de segurança. Outro ponto abordado na entrevista é que o número de forças de segurança do Estado que serão utilizados na inauguração será informado mais para frente. O chefe da polícia também explicou que, nas áreas ao redor ao Sena, as estações de metrô estarão fechadas durante a abertura, bem como museus próximos ao rio (Louvre e o Orsay e outros).

“O fechamento das estações de metrô não significa que as linhas serão totalmente impactadas, funcionarão normalmente”, esclareceu Nuñez. Já sobre os museus, ele afirmou que a ideia é que “funcionem normalmente” nos dias anteriores à abertura, mas os visitantes terão que passar por revistas e uma série controles de segurança. Os hotéis ao longo dos sete quilômetros do Sena também poderão “funcionar normalmente”. A abertura dos jogos será em uma cerimônia de abertura ao ar livre e sendo assim uma das principais preocupações três meses antes do início do evento é garantir a segurança dos jogos.

Nuñez ressaltou que as autoridades estão trabalhando “coletivamente no plano A”, que é deixar o rio Sena aberto, assim os planos B e C seriam postos de lado, como foi anteriormente anunciado por Emmanuel Macron, presidente da França, que como alternativas e que levariam a cerimônia em uma área restrita do Sena ou no Stade de France, em Saint-Denis.

“De qualquer forma, temos planos de contingência em caso de ataque”, acrescentou o chefe da polícia. Ele pontou que haverá um controle de identidade acirrado, tanto em relação aos espectadores quanto dos residentes que tenham vista para o Sena. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, estipulou que cerca de 20 mil pessoas terão a rotina afetada devido à ampliação do perímetro de segurança.

A segurança também contará com a colaboração de policiais que virão do exterior, como acontece em muitos eventos internacionais, e agradeceu o esforço da Câmara Municipal, que haverá mil policiais municipais para a cerimônia de abertura.

“De qualquer forma, o dispositivo de segurança (para a abertura) recai quase exclusivamente sobre o Estado francês. Teremos uma mobilização importante”, disse a prefeita, sem especificar o número de forças mobilizadas. No entanto, confirmou que o dispositivo militar antiterrorista Sentille (criado em 2015) também será mobilizado.

Comments


bottom of page