top of page

MST volta a invadir área da Embrapa e acusa governo Lula de não cumprir acordo


Membros do Movimento dos Sem Terra (MST) voltaram a invadir uma área de pesquisa da Embrapa em Petrolina, em Pernambuco. No total, cerca de 1.550 integrantes estão no local, que sediaria o Semiárido Show entre os dias 1 a 4 de agosto. A ocupação teve início na tarde do domingo, 30, após decisão tomada pelas famílias em assembleia, informa o movimento, que acusa o governo Lula 3 de não cumprir o acordos firmados durante a primeira ocupação da região, em abril deste ano. Segundo o MST, o objetivo é chamar a atenção das autoridades. “Nós elegemos o governo Lula e precisamos que o ministério cumpra seu papel em atender as demandas da reforma agrária e possam cumprir as políticas voltadas para os movimentos sociais e não somente servir os interesses do agronegócio”, diz Jaime Amorim, da direção do MST no Estado. Em nota, a direção do MST em Pernambuco acusa ainda o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) de romper os acordos firmados e tentar fazer o o seminário Show sem cumprir os combinados com as famílias acampadas. “Não queremos atrapalhar o Seminário Show, mas ao mesmo tempo não vamos permitir que seja realizado se não for cumprido o mínimo do mínimo, para que a gente possa organizar as coisas e as famílias no mínimo puder ser assentadas”, diz comunicado.

Comments


bottom of page