top of page

Mortos em incêndios florestais no Chile chegam a 112




Os incêndios florestais sem precedentes que atingiam a região de Valparaíso, no centro do Chile, já deixaram 99 mortos, informou neste domingo o Serviço Médico Legal (SML), órgão estatal encarregado de divulgar o número de vítimas durante a crise. Com vários focos extintos perto dos morros mais povoados, onde o fogo causou estragos na última sexta-feira, começam a se observar áreas residenciais reduzidas a cinzas e longas filas de carros nas ruas, sem que se possa identificar se eles estão estacionados ou se tratam-se de pessoas tentando deixar esses locais. A prefeita de Viña del Mar, Macarena Ripamonti, e o governador da região de Valparaíso, Rodrigo Mundaca, informaram que há centenas de desaparecidos. “É a maior tragédia que tivemos desde o terremoto de 2010”, disse o presidente, Gabriel Boric, referindo-se ao sismo de magnitude 8,8 seguido de tsunami que ocorreu em 27 de fevereiro daquele ano e deixou mais de 500 mortos.

Comentarios


bottom of page