top of page

Ministro da Agricultura teme alta dos combustíveis com guerra na Faixa de Gaza


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Carlos Fávaro, afirmou que a guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza pode elevar o preço dos combustíveis tanto no Brasil quanto no mundo. De acordo com ele, a alta nos combustíveis pode impactar o campo e prejudicar a produção de alimentos. No entanto, Fávaro ressalta que “isso é menos relevante quando se fala de vidas”. “Em termos econômico, não podemos falar o que é oportunidades, o que afeta ou não a guerra. O preço dos combustíveis pode subir um pouco com este conflito. Isso impacta no campo, na produção de alimentos, mas isso é menos relevante quando se fala de vidas. Acredito que o Brasil terá um papel fundamental para buscar a pacificação e termos instabilidade no mundo”, frisou durante entrevista após participação em evento na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). O ministro também mostrou preocupação com o agronegócio. Fávaro comentou que o cuidado inicial do Brasil passa pelas questões humanitárias que envolvem desde os ataques de 7 de outubro. Mas, no campo de vista econômico, Israel se transformou um parceiro importante na questão de fertilizantes após o ataque da Rússia em relação à Ucrânia. “O Brasil já superou a crise de fornecimento de cloreto de potássio na guerra da Ucrânia com estratégia e dedicação. Temos alternativas de compras com o Canadá e com a China. Neste momento, os produtores para a safra de verão estão com as suas compras realizadas. Então temos um período de três a quatro meses para a safra de inverno”, completou o ministro.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page