top of page

Messi ganha estátua em homenagem da Conmebol à Argentina

Com direito a uma estátua para Messi, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) promoveu uma homenagem à Argentina pela conquista do tricampeonato da Copa do Mundo. O evento foi realizado nesta segunda-feira, na sede da entidade, em Luque, no Paraguai.


gual, igual. Está espetacular. É um prazer ficar ao lado deles (Pelé e Maradona). Muito obrigado"


Ídolo do futebol argentino e eleito o melhor jogador do Mundial, Messi recebeu a maior honra da noite, com uma parte da cerimônia dedicada inteiramente a ele. A estátua do craque ficará no museu da Conmebol ao lado das de Pelé e Maradona, que surgiram em imagens holográficas no palco. O camisa 10 ainda recebeu um "bastão de liderança do futebol mundial" e réplicas da taça da Copa do Mundo e do troféu da Finalíssima em tamanho real para levar para casa.


- Muito obrigado por me dar o troféu que tínhamos comentado pela homenagem a todos. Estamos vivendo um momento muito lindo e especial, recebendo muito carinho. Tivemos a sorte de voltar a jogar na Argentina depois de sermos campeões do mundo. Estamos recebendo muitas demonstrações de carinho, foi diferente de tudo e assim sentimos todos. Havia chegado a hora de uma seleção sul-americana voltar a ser campeã do mundo - declarou Messi.


Estatuetas e miniaturas para o restante da seleção argentina

Técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni recebeu miniaturas dos três troféus conquistados à frente da Argentina: a Copa América de 2021, a Finalíssima de 2022 e a Copa do Mundo de 2022. O mesmo presente foi dado ao restante da comissão técnica.


- Nós nos tornamos treinadores porque já não podemos mais jogar. O futebol é deles, o título é deles. Gostaria de estar onde estão os jogadores. É um prêmio do futebol sul-americano, até os brasileiros estão contentes pela gente. Isso me deixa cheio de orgulho - afirmou Scaloni.


Representantes da torcida foram exaltados pela Conmebol, como Fernando Romero, autor de "Muchachos", música que embalou o tricampeonato mundial da Argentina. Eles foram os responsáveis por entregar medalhas de honra aos jogadores, além de uma miniatura de cada atleta segurando a taça da Copa do Mundo.


Participaram da homenagem à Argentina todos os jogadores convocados por Scaloni para os amistosos contra Panamá, vencido pelos hermanos em Buenos Aires, e contra Curaçao, marcado para esta terça-feira, em Santiago del Estero.


- Não importa o triunfo ou a façanha, o que vocês fizeram foi demonstrar humildade o tempo todo. Professor Scaloni, você montou a seleção do resto do mundo na final contra a França. Vocês ganharam o respeito de todo mundo. Vocês são o exemplo que temos que seguir - declarou o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.


Depois da participação na homenagem da Conmebol, a seleção argentina viaja diretamente para Santiago del Estero para o amistoso desta terça-feira contra Curaçao.


Período de comemoração

No último sábado, a Associação Argentina de Futebol (AFA) fez ela mesma uma homenagem a Messi, que agora dá nome ao novo CT da entidade, em Ezeiza.


A data Fifa de março tem sido de celebrações para a Argentina. O Monumental de Núñez, casa do River Plate, foi palco de uma grande festa para a seleção, com direito a shows antes da vitória sobre Panamá e honrarias depois da partida, como uma réplica da taça da Copa do Mundo levantada por cada jogador argentino.


Depois da festa em Buenos Aires, o amistoso contra Curaçao em Santiago del Estero marca o encontro da seleção argentina com os torcedores do interior do país.

コメント


bottom of page