top of page

Kim Kataguiri denuncia líder do MST de falso testemunho na CPI


O deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil-SP) enviou nesta quarta-feira, 16, uma notícia-crime ao Ministério Público contra o líder nacional do MST (Movimento Sem Terra), João Pedro Stédile. O parlamentar acusou o líder social de falso testemunho durante o depoimento prestado ontem na CPI do MST. Em suas redes sociais, o parlamentar argumenta que Stédile afirmou no depoimento “desconhecer o caso de uma senhora que foi expulsa do movimento no DF, e afirma ter vivido em condição análoga à escravidão”. Mas, segundo Kim, ele já havia comentado sobre este caso anteriormente durante entrevista ao Flow Podcast. “Não conhecia nenhum dos fatos relatados e, se isso for verdade, vai contra os princípios do MST”, disse Stédile no depoimento à CPI. “Eu disse e repito: não conhecia os fatos como foram descritos aqui. O caso do DF eu comentei no podcast porque assisti vocês falando [na CPI]”, reforçou Stedile ontem. “Tive a ciência depois que vocês falaram, mas não antes como estão dizendo”.

Kommentare


bottom of page