top of page

Kaká lamenta não ter comparecido ao velório de Pelé, mas não dá justificativa

Kaká, assim como outros campeões do Penta, não compareceram ao velório de Pelé no início da semana e foram duramente criticados. Nesta quinta-feira, 5, o ex-jogador apareceu nas redes sociais lamentando sua ausência na Vila Belmiro, mas não explicou o motivo. Em longo texto publicado no Instagram, Kaká explicou sua fala durante a Copa do Mundo de que os brasileiros não reconhecem/respeitam seus ídolos e lembrou quando Pelé entregou a ele o prêmio de melhor jogador do mundo em 2007. “Como brasileiro e amante do futebol, meu respeito e admiração permanecerão e sinto demais não ter ido para Santos”, escreveu. “Tive a oportunidade de homenagear o Rei em vida algumas vezes, entre elas, uma conversa apenas entre nós, promovida gentilmente por seu filho. Foi mais um momento especial, entre outros, que guardarei no meu coração”, disse. “As homenagens e reconhecimento são feitos de diversas formas”, pontuou.


Kaká afirmou que sua declaração no Catar foi retirada de contexto e afirmou ter se desculpado com Ronaldo por tê-lo chamado de “gordo”. Ele ainda revelou que, durante o Mundial, pediu ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, a atribuição do nome de Pelé a um dos prêmios concedidos pela entidade em sua festa anual de gala. “Torço para que assim aconteça”, disse. Além de Kaka, Cafu e Rivaldo também deram explicações após as críticas. O capitão do Penta disse que estava fora do Brasil e não conseguiu voo a tempo e Rivaldo contou que não gosta de velórios, que ninguém deveria ser obrigado a ir em um e que fez suas homenagens em vida.


Comentarios


bottom of page