top of page

Jair Bolsonaro faz apelo sobre segundo turno: “Não se omita”

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), reforçou neste domingo (9), o apelo para que os eleitores compareçam para votar no segundo turno das eleições presidenciais no dia 30 de outubro e que não anulem os votos.


– Se você não votar em ninguém, quem vai decidir o futuro do país vai ser outra pessoa. As duas opções estão aí, eu ou ele. Não dá para comparar eu e aquele cara. É um apelo que faço, que você possa decidir e cravar lá o número que você achar melhor, mas, por favor, não se omita, não vote em branco, não falte e não anule seu voto – disse durante entrevista ao canal Pilhado, no YouTube.


O chefe do Executivo defendeu que as pessoas votem “pelos filhos, pela família” e pediu para que, se possível, usem roupas verdes e amarelas no dia da votação. As cores da bandeira do Brasil e camisas da seleção brasileira são relacionadas ao apoio ao governo atual.


– Quero continuar presidente da República para continuar trabalhando por você, com coração, para continuar andando pelo Brasil ao lado do povo – disse Bolsonaro.


Ele também rebateu críticas sobre a condução do enfrentamento à pandemia e disse que fez tudo que era possível.


Bolsonaro afirmou, ainda, que não pretende colocar o ex-presidente Fernando Collor de Mello na composição de um eventual governo em 2023.


– Não existe convite para o senhor Collor de Mello para ser ministro – declarou.


Ainda durante a live, Bolsonaro também foi questionado sobre a postura do deputado André Janones (Avante).


– Janones é um mau caráter. Não adianta você querer um certificado de sanidade mental – disse.

bottom of page