top of page

Furtos e roubos de motos na Grande São Paulo crescem 29% no primeiro semestre


Um estudo baseado em dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) mostra que o número de furtos e roubos de motos dispararam na Região Metropolitana de São Paulo no primeiro semestre de 2023. De acordo com o levantamento feito pela Ituran Brasil, empresa especializada em monitoramento de veículos, o número de ocorrências na Grande São Paulo nos primeiros seis meses do ano foi de 15.210, representando um aumento de 29% em relação ao mesmo período de 2022. No recorte por cidades, a capital paulista registrou 9.538 ocorrências no período, tendo crescimento de 36% em relação ao ano anterior, quando aconteceram 6.980 casos. Na Região Metropolitna, Osasco assumiu o segundo lugar do ranking, com 740 casos e crescimento de 54% em relação a 2022.


A pesquisa também identificou um novo comportamento nos criminosos, que estão levando as motos para cômodos de casas e apartamentos para escondê-las da polícia. “Quando a Ituran localiza o veículo roubado ou furtado de um cliente, a polícia é imediatamente acionada pela equipe de recuperação. O que vem surpreendendo as autoridades é o fato de serem encontradas diversas motos escondidas pelos criminosos em cômodos de casa e apartamentos durante a ação para a recuperação de único veículo. Foi constatado que os bandidos chegam a subir as escadas de prédios com as motos para escondê-las em apartamentos”, relata Fernando Correia, coordenador de recuperação da Ituran Brasil. Segundo a empresa, 3 casos do tipo foram registrados em 2023, sendo que em um deles, foram encontradas seis motos dentro de dois cômodos de uma casa abaixo do nível da rua.

コメント


bottom of page