top of page

Duas pessoas morrem durante passagem de ciclone extratropical pelo Estado de São Paulo


Os fortes ventos provocados pelo ciclone extratropical formado no Sul do país provocaram a morte de duas pessoas no Estado de São Paulo. Uma idosa, de 80 anos, morreu em Itanhaém, após sofrer uma descarga elétrica em razão da queda de um galho sobre a fiação de média tensão. Uma outra vítima, uma mulher de 24 anos, estava dentro de um veículo e acabou sendo atingido por uma árvore, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba. A jovem chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. As informações são da Defesa Civil do Estado de São Paulo. Ainda segundo a pasta, a ventania provocou a queda de placas de revestimento de um prédio em um campo de futebol no bairro Cidade Monções, na zona sul da capital paulista. Não houve feridos. As ruas próximas ao edifício foram interditadas pela Companhia de Engenharia ao Tráfico (CET) e pela Polícia Militar (PM). De acordo com a última atualização do órgão, o Corpo de Bombeiros recebeu 150 chamados para queda de árvores na capital e Região Metropolitana de São Paulo, sendo 120 chamadas na Baixada Santista e litoral sul, 11 no litoral norte e 11 em São José dos Campos. Ainda segundo a Defesa Civil, as maiores rajadas de vento foram registradas em São Miguel Arcanjo (81 km/h), Barueri (74km/h) e Cachoeira Paulista (72/km).


Segundo o órgão, a velocidade dos ventos devem diminuir nas próximas horas. No entanto, uma frente fria avançará e poderá haver ocorrência de chuva para toda faixa norte do Estado durante a madrugada da sexta-feira, 14. A Defesa Civil alerta que a presença de um centro de alta pressão localizado no norte da Argentina, direciona a entrada de uma massa de ar fria sobre a região, derrubando as temperaturas e garantindo assim a sensação de frio intenso nas primeiras horas desta sexta-feira

تعليقات


bottom of page