top of page

Deputada federal pressiona Prefeitura de São Paulo por ações contra a droga K9


A deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) enviou um ofício à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo cobrando o planejamento de ações contra a droga K9. O documento é endereçado ao secretário Luiz Carlos Zamarco e apresenta questionamentos da parlamentar sobre a elaboração de um plano de ações contra a proliferação da K9. Dentre os questionamentos da deputada, estão o local e data das mortes e se as vítimas fatais utilizaram equipamentos da SMS. Em outro trecho, a deputada questiona “que ações a SMS tem realizado nos últimos dois meses para mitigar os efeitos da proliferação das drogas K” na capital paulista e “quando o Plano de Ação sobre drogas emergentes” estará pronto para ser executado, assim como quais ações compõem o plano. Tabata também questiona se existe previsão de ações em escolas. “Tendo em vista a gravidade do problema, caso ainda não haja, solicito que a SMS elabore com urgência um plano de ação que garanta a segurança e saúde dos jovens afetados pelo consumo de drogas emergentes na cidade de São Paulo”, conclui a deputada. O ofício foi enviado em meio às investigações sobre sete mortes suspeitas de ligação com o K9. Ainda em 2023, a deputada já havia questionado a SMS sobre o tema em duas oportunidades, uma em abril e outra em maio. A Jovem Pan entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para obter o posicionamento do governo, mas não teve retorno até a publicação da reportagem.



Comentarios


bottom of page