top of page

Comissão de Atletas cobra Lula por permanência de Ana Moser: ‘Esporte não é moeda de troca’


A Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (COB) reagiu às notícias que cravam a saída de Ana Moser do Ministério do Esporte. Em nota divulgada nesta terça-feira, 5, o grupo cobrou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela permanência da ex-jogadora no cargo e criticou a possibilidade de um membro do Centrão assumir a pasta – atualmente, o deputado federal André Fufuca (PP-MA) é o mais cotado. “O esporte não é moeda de troca. Nos sentimos envergonhados e desprestigiados, vendo que o esporte no Brasil continua sendo encarado como algo menor. A ministra Ana Moser tem o nosso apoio e o da comunidade esportiva para continuar avançando rumo às mudanças necessárias na estrutura da política pública de esporte do país, visando a democratização de seu acesso a todas as brasileiras e brasileiros”, diz um trecho do texto, também assinado pelo Atletas pelo Brasil e pelo Movimento Esporte pela Democracia.


Os esportistas ainda lembram que, durante a campanha eleitoral do ano passado, Lula prometeu uma “revolução” na política pública do esporte. Ainda segundo a Comissão dos Atletas, Ana Moser vem cumprindo com a agenda escolhida pela população nas urnas. “É justamente isso que a ministra Ana Moser tem se dedicado a fazer desde o início de sua gestão, mesmo com uma equipe reduzida e recursos escassos. É imperioso notar que, não fosse ela, não seria este o rumo da política de esporte. Lamentamos que, menos de um ano depois, em nome de uma pretensa governabilidade, o governo do presidente Lula possa vir a romper com seu discurso e promessas”, dispara o grupo.

Comentários


bottom of page