top of page

Câmara dos Deputados aprova criação de bancada negra


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 1º, a criação da bancada negra por meio de um Projeto de Resolução (PRC) dos deputados federais Damião Feliciano (União-PB) e Talíria Petrone (PSOL-RJ). O texto será promulgado pelos próprios deputados por se tratar de um PRC. O projeto garante ao grupo uma coordenação-geral, com três vices, e o uso da palavra por um integrante por cinco minutos semanais. A eleição para os cargos da nova bancada será realizada sempre no dia 20 de novembro, em alusão ao dia da Consciência Negra. A Câmara possui, atualmente, 31 parlamentares autodeclarados pretos e pretas, e 91 deputados que se identificam como pardos e pardas. No total, o montante corresponde a 24% dos 513 parlamentares da Casa. Emocionada, a deputada federal Benedita da Silva foi uma das parlamentares que parabenizou a medida: “Eu agora tenho uma bancada, eu tenho uma frente, que vai dar continuidade a uma luta de séculos e séculos”. O relator do PRC, Antonio Brito (PSD-BA), declarou: “Esse gesto não é contra ninguém. Esse gesto é a favor de todos nós. Nós queremos ver pretos e pretas compondo essa casa e honrando nosso país”. Já a parlamentar Talíria Petrone disse que “esse é um momento histórico porque nosso país é um país que teve quase quatro séculos de escravidão. Não estamos falando de direita ou esquerda, mas sim da própria democracia brasileira, que ainda não chegou planamente para as pessoas negras no Brasil”. A bancada também participará da reunião de líderes da Câmara com o presidente Arthur Lira (PP-AL), com direito a voz e voto.

Comments


bottom of page