top of page

Biden pede à Rússia que liberte jornalista americano detido

Nesta sexta-feira (31), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu à Rússia a libertação do jornalista americano Evan Gershkovich, que foi detido, na quinta (30), sob a acusação de espionagem.


– Deixem-no ir – respondeu laconicamente o democrata.


A declaração foi dada após uma pergunta da imprensa na Casa Branca, momentos antes de Biden embarcar no helicóptero presidencial.


O presidente norte-americano também foi questionado se planejava expulsar diplomatas russos em resposta à prisão de Gershkovich. Biden respondeu que isso não está em seus planos.


A Casa Branca acusou, na quinta, a Rússia de atacar cidadãos americanos e garantiu que está em contato com o governo de Vladimir Putin após a prisão do jornalista.


– O fato de o governo russo ter como alvo cidadãos americanos é inaceitável. Condenamos a prisão do senhor Gershkovich nos termos mais enérgicos – declarou a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, em um comunicado.


O tribunal de Lefortovo, em Moscou, ordenou na quinta-feira que Gershkovich, um jornalista americano do The Wall Street Journal, cumprisse prisão preventiva por dois meses.


Segundo fonte dos serviços de segurança russos citada pela agência TASS, o repórter, que pode ser condenado a até 20 anos de prisão, declarou-se inocente perante o juiz.

bottom of page