top of page

Banco Central autoriza SEBRAE a oferecer EMPRÉSTIMOS

A Finsiders noticiou no mês passado em primeira mão que o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) estava criando uma SCD (Sociedade de Crédito), a Sebraecred, em uma iniciativa capitaneada pelo Sebrae Nacional.


O Banco Central acabou de aprovar o funcionamento da fintech de crédito do Sebrae e a informação está em uma publicação de ontem, 17, no Diário Oficial da União. 


A entidade, a partir desta liberação do BC, começa a ter condições para entrar na concessão direta de crédito, usando recursos próprios. Nos últimos meses vem sendo montada uma equipe que irá se dedicar ao Sebraecred, como revelaram os mais recentes demonstrativos de resultados do Sebrae.


Ainda não foi revelado ao certo qual será o poder de fogo da entidade para a concessão de crédito, no entanto, o capital inicial de R$600 milhões de sua SCD já sinaliza uma operação muito expressiva. 


A chegada desta SCD representa a entrada do Sebrae neste mercado em que a entidade ainda não atuava de forma direta. Até este momento, uma das iniciativas centrais da entidade é o Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas).


Nesta iniciativa, o Sebrae opera como avalista em operações de crédito para pequenos negócios efetuados por cerca de 20 instituições financeiras parceiras, lista que inclui o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, DesenvolveSP, Bancoob, Banco Original, Bmg, e outras.


Até o início deste ano, o Fampe avalizou cerca de 479 mil operações, sendo responsável por liberar R$ 25,3 bilhões em crédito, segundo informações de seu site.


“O Sebrae tem experiência com fundo garantidor e tem no seu conselho bancos como Caixa e BB. Não sei como vai soar isso. Pode ser uma boa, mas para gerir uma SCD precisa ter experiência”, disse ao Finsiders uma fonte na matéria que foi publicada no mês passado.


Segundo dados do Mapa de Empresas, elaborado pelo governo federal, cerca de 94% das empresas no Brasil são de micro e pequeno porte, de um total de mais de 20 milhões de CNPJs ativos.


Ao ano, pequenos negócios rendem cerca de R$420 bilhões, de acordo com uma estimativa revelada pelo Sebrae em seu “Atlas dos Pequenos Negócios”.



Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page