top of page

Acordo pré-nupcial de Gisele Bündchen e Tom Brady facilitou o divórcio; confira a divisão de bens

Um rígido acordo pré-nupcial feito pela modelo Gisele Bündchen e o jogador de futebol americano Tom Brady facilitou os trâmites envolvendo o divórcio do casal, divulgou o Page Six. Tanto a brasileira quanto o atleta americano já possuíam uma grande fortuna antes do casamento e quando oficializaram a união, em 2009, fizeram um acordo que permitiu a rápida divisão dos bens na separação. “Ambos têm suas próprias entidades comerciais separadas, então a divisão de suas riquezas não foi tão complicada. O único fator importante foi dividir o enorme portfólio de propriedades que possuem”, informou uma fonte, que não quis se identificar. Acredita-se que Tom ficará com a mansão de US$ 17 milhões que segue em construção no Indian Creek Island, em Miami. Eles compraram a propriedade em 2020 e a demoliram para reconstruir.


Antes do divórcio, Gisele teria comprado discretamente uma casa em Miami Beach com três quartos e três banheiros por US$ 1,25 milhão. No entanto, pessoas próximas à modelo teriam dito que ela usará o local como seu escritório e que comprou uma outra casa maior na mesma região para morar. Na divisão, a brasileira também teria ficado com a casa na Península de Nicoya, na Costa Rica, onde passa férias regularmente com os filhos, Benjamin, 12 e Vivian, 9, e com outras propriedades, incluindo uma casa em Bahamas, uma em Montana e um apartamento em Nova York. O patrimônio de Tom é estimado em US$ 333 milhões e Gisele, que é considerada a modelo mais bem paga do mundo, teria uma fortuna de US$ 400 milhões. A guarda dos filhos será compartilhada. O casamento entre modelo e o jogador durou 13 anos.

bottom of page