top of page

A apicultura imigratória


Apicultura migratória consiste no deslocamento de colmeias povoadas por abelhas de uma região para outra, sempre à procura de novas floraras, com o objetivo de aumentar a produção de mel, prestar serviços de polinização e fugir de áreas que estão sendo aplicados inseticidas.


É uma prática muito importante, principalmente em regiões que tem muita neve, em regiões de baixas floraras.


Em vários países, os agricultores alugam colmeias bem povoadas por abelhas para polinizar quando suas culturas estão em floração. O aumento da produção é tão significativo que compensa o pagamento do aluguel.


Para praticar a apicultura migratória, o apicultor deve conhecer antes a qualidade e a quantidade do alimento que será coletado pelas abelhas bem como se foi aplicado inseticida recentemente na área.


O transporte das abelhas devem ocorrer a noite. Porque as abelhas não trabalham fora da colmeia a noite e pela temperatura mais amena.


Diante do exposto, pode-se prever que a apicultura migratória é uma atividade de alto retorno econômico não só para o apicultor como para o agricultor que tem seu aumento na produção de frutos e sementes.


O autor

Mauro Roberto Martinho nasceu em Viçosa, MG, em 7/8/1943. Aos 11 anos de idade, teve a vontade de ser padre, foi para o Seminário em Petrópolis, Rj, em regime de internato.

Aos 12 anos, em um domingo chuvoso sem a possibilidade de praticar esporte, foi para a biblioteca do Seminário e de olhos fechados, retirou um livro das prateleiras “A Criação de Abelhas”. Com esta leitura começou a paixão pelas abelhas.

Formado em Técnico de Agricultura e como Engenheiro Agrônomo, na Universidade Federal de Viçosa, MG.

Em 1973, conseguiu licença da universidade e foi para Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, SP (USP) fazer o mestrado e o doutorado em genética das abelhas.

Professor de apicultura na graduação e na pós graduação dos cursos de agronomia, zootecnia e biologia, na Universidade Federal de Viçosa.

Fundou a Associação Mineira dos Apicultores (APIMIG) e a Cooperativa Mineira dos Apicultores (COAPIMIG).

Viajou para quase todos estados brasileiros e em alguns países no exterior ministrando cursos e palestras sobre apicultura.



留言


bottom of page